.

Anda, Diana

Diana Niepce

O que é consciência? O que é a vontade? O que é a competição? O que representa ir além dos limites? O que quer dizer possível? E impossível? Como ensinar um corpo a fazer algo que já aprendeu, e que, no entanto, deixou de conseguir fazer? Anda, Diana é o projecto de uma peça para palco que relata o processo de recuperação da bailarina e acrobata Diana Bastos Niepce, na sequência de um acidente que a deixou tetraplégica.

 


Direção artística e interprete: Diana Niepce
Dramaturgia: Rui Catalão
Figurinos: Carlota Lagido
Movimento: a confirmar
Figurinista: Carlota Lagido
Desenho de luz: Carlos Ramos
Assistente: a definir
Produção: PI Produções Independentes
Coprodução: TBA - Teatro do Bairro Alto

 

Alípio Padilha

Alípio Padilha