.

Mina

Carlota Lagido

A Carlota Lagido interessa trabalhar com mulheres, artistas e não-artistas, e utilizar o processo de criação como uma possível plataforma de ativismo feminista, transfeminista e interseccional. “Interessa-me fazer um espetáculo-manifesto que pretende contribuir para a abolição do patriarcado”, defende. Mina é um projeto que se envolve assumidamente em questões feministas, é um projeto com e sobre mulheres. “Algumas dessas mulheres viveram épocas diferentes. Algumas lidaram com os conflitos de desigualdade de géneros específicos de cada época, muitos ainda presentes hoje. Algumas revolucionaram o mundo e muitas delas foram suprimidas da história. Elas não estarão presentes agora, mas as suas presenças fantasmáticas sim, através do seu pensamento, dos seus percursos de vida, profissionais e artísticos que serão absorvidos no estudo deste processo.”

 


Conceção e Direção artística Carlota Lagido Consultoria Ana Cristina Cachola, Shahd Wadi, Filipa Valladares Interpretação Aurora Pinho, Carlota Lagido, Elizabete Francisca, Francisca Manuel, Joana Castro, Joana Levi, Lula Pena, Mafalda Oliveira, Marta Moreira, Shahd Wadi, Tita Maravilha, Thamiris Carvalho, Xana Novais Design de cena Carlota Lagido Video Carlota Lagido, Francisca Manuel Luz Mafalda Oliveira Fotografia de cena Joana Linda Produção e gestão ORG.I.A Produção executiva Marta Moreira Coprodução EIRA, Festival Cumplicidades e São Luiz Teatro Municipal Apoio PI- Produções Independentes, Bolsa Self Mistake, Programa de Residências Artísticas – Alkantara, Latoaria, Fundação GDA, República Portuguesa – Cultura / Direção-Geral das Artes

 

 

Mesa Mina Promo

Joana Linda